Psicologia Infantil – Adolescentes – Adultos Goiania

62 – 3215-5020 – 99614-4939

Visite o site Oficial Clínica de Psicologia

HTTP://WWW.CLINICADEPSICOLOGIAGOIANIA.COM.BR/

toc-goiania-aparecida-de-goiania-anapolis-trindade-senador-canedo-goias

Psicologia Clínica – Sem dúvidas, a mais famosa área de atuação da Psicologia, tanto que muitas pessoas ainda se admiram ao descobrirem que existem outras possibilidades de prática psicológica. A Psicologia Clínica estuda maneiras de lidar com os problemas humanos. Entenda-se por “problemas humanos” aqueles originados do individuo enquanto um ser social – seus métodos podem incentivar o aparecimento ou aperfeiçoamento das capacidades de relacionamento e ajustamento intra e interpessoal, de aprendizagem e leitura do mundo e da realidade das pessoas. A Psicologia Clinica também é adequada ao tratamento de problemas mais complicados como as psicopatologias e os psicossomáticos (que são doenças/sintomas orgânicos com causas psicológicas).

Contato: 62 – 3215-5020  ou  99614-4939

Falar com  Lilian Barbosa

e-mail: rhemalilian@hotmail.com

 

Psicologia – Psicologa crianças – Adultos Goiania

 

 

62 – 3215-5020 – 99614-4939

 

Visite o site Oficial Clínica de Psicologia

HTTP://WWW.CLINICADEPSICOLOGIAGOIANIA.COM.BR/

toc-goiania-aparecida-de-goiania-anapolis-trindade-senador-canedo-goias

Psicologia Adolescente ou infantil em Goiânia

Todos nós , em algum momento na vida, podemos passar por crises, o que não significa que seja preciso consultar um psicologo sistematicamente. Podemos contar muitas vezes apenas com o suporte de parentes e amigos para superar um momento difícil.

Mas quando o suporte de pessoas próxima não é suficiente ou a situação parece insolúvel, então o acompanhamento com o psicologo pode ajudar a esclarecer as razões de nossas dificuldades e a modificar nossos comportamentos.

Algumas pessoas hesitam em consultar um psicólogo ou psiquiatra porque desejam resolver seus problemas sozinhas ou se sentem culpadas por estar em dificuldade. Outras, envergonham-se do que sentem e preocupam-se com o que os outros podem pensar se procurarem ajuda. O caminho percorrido até o psicologo pode ser cheio de ambivalências. E, no entanto, consultar um profissional da psicologia pode ser importante para seu bem estar.

Psicólogos e psiquiatras atendem freqüentemente pessoas que passam por um momento de crise no relacionamento conjugal ou familiar, apresentam problemas de desempenho ou vivenciam um luto; e ainda, pessoas que buscam encontrar seus próprios caminhos, ter maior autonomia na relação com os outros ou melhorar sua qualidade de vida.

O papel do psicologo consiste em analisar a história de vida da pessoa, esclarecer uma situação, dar suporte e acompanhá-la a fim de auxiliar na superação de uma crise e proporcionar o desenvolvimento de potencialidades e crescimento pessoal de seu paciente.

>> Quando buscar ajuda de um psicologo para meu filho ( psicologia infantil ) ?

Muitos adultos têm dúvidas sobre a necessidade de buscar psicoterapia para seu filho ( psicologia infantil ). Embora as crianças manifestem em geral comportamentos que indicam quando algo não está bem, a grande maioria dos pais reluta em procurar ajuda. Os pais tendem a pensar que a criança esta passando apenas por uma fase, que sera superada sozinha. Ou se sentirem culpados, receosos de que a terapia possa apontar que eles têm alguma responsabilidade pelo sofrimento de seus filhos.

Realmente não é fácil julgar o momento apropriado para levar uma criança à psicoterapia. Muitos adolescentes iniciam um acompanhamento com psicologo por vontade própria. E algumas crianças podem pedir ocasionalmente para ver alguém. No entanto, é a escola que costuma ser a primeira a notar mudanças de comportamento e solicitar um encaminhamento para psicologio infantil. Os primeiros sinais de problemas incluem a hiperatividade, a dificuldade de concentração, a agressividade, o comportamento inadequado, a dificuldade em brincar com outras crianças e ansiedade da separação e social. Estes comportamentos podem comprometer o desempenho escolar da criança e sua vida familiar.

Certamente, nem todos os conflitos da criança merecem acompanhamento da psicologia infantil , mas se seu filho parece precisar de ajuda, você deve consultar um profissional da psicologia. O psicologo infantil poderá determinar se as dificuldades apresentadas por ele necessitam ou não de uma intervenção. Em alguns casos, o problema pode ser superado apenas com uma orientação aos pais e professores. Ou com uma breve psicoterapia.

Solicite ao pediatra ou à professora de seu filho a indicação de um psicologo infantil.

>> Como é realizada a psicologia infantil ?

Durante a psicoterapia, o psicólogo utiliza recursos lúdicos para compreender os sentimentos, angústias e fantasias que a criança expressa através das brincadeiras.Antes do início da psicoterapia, o psicólogo realiza entrevistas iniciais com os pais para reunir informações sobre a história da criança e da família.Após esse contato inicial, o psicólogo tem maiores condições de avaliar o número de sessões semanais (que varia de uma a quatro) necessárias com a criança bem como a trama familiar que pode estar envolvida nos sintomas expressos por ela. Iniciado o trabalho com a criança, as sessões ocorrem nos dias e horários estipulados, com duração de cinqüenta minutos cada. Além disso, ao longo da terapia infantil, são realizados encontros periódicos com os pais.

>> Quais os principais motivos da procura pela terapia para criança ( psicologia infantil ) ?

São varios os motivos que levam os pais a buscarem atendimento psicológico para seus filhos. Dentre os sintomas e queixas mais comuns (expressas pelos pais) podemos listar:

– Dificuldades de aprendizagem
– Enurese ou ecoprese diurna ou noturna
– Pesadelos, dificuldades para dormir
– Distúrbios alimentares, dentre outros.
– Agressividade em casa e na escola
– Hiperatividade, atrasos no desenvolvimento motor (atrasos para falar, andar, etc.)

>> Quais os beneficios trazidos pela psicologia infantil?

Por se sentir acolhida e compreendida no contexto terapêutico, a criança passa a comunicar através do lúdico suas dificuldades emocionais, apresentando melhora significativa em casa e na escola.

Além disso, caso a criança permaneça no atendimento com o psicologo o tempo necessário, terá maiores chances de se tornar um adolescente e, posteriormente, um adulto mais consciente de si e de seus próprios sentimentos e emoções.

>> Como ajudar uma pessoa que conheço?

Os psicologos costumam ser consultados por pessoas que estão em contato com alguém em dificuldade. O sofrimento psíquico sempre repercute em parentes e amigos próximos. Mas como posso ajudar uma pessoa que passa por problemas?

Você pode, antes de mais nada, demonstrar sua preocupação e perguntar se existe algo que possa fazer para ajudar. O mais importante é ajudar no que for possível, dar suporte afetivo e não deixar seu parente ou amigo se sentir sozinho.

O acompanhamento psicológico pode, eventualmente, esclarecer algumas situações difíceis, levantar possibilidades de encaminhamento para a pessoa e ajudar você a enfrentar este momento.

Contato: 62 – 3215-5020 ou 99614-4939 – Falar com  Lilian Barbosa

e-mail: rhemalilian@hotmail.com

endereço comercial :

   

Rua 03 – Nº 800 – 8º andar –  SL 804  – Setor Oeste – Ed Office Tower – Goiás – GO – GYN

Psicoterapia Adolescente – Infantil – Adulto Goiania e Gyn

 

62 – 3215-5020 – 99614-4939

Visite o site Oficial Clínica de Psicologia

 

HTTP://WWW.CLINICADEPSICOLOGIAGOIANIA.COM.BR/

toc-goiania-aparecida-de-goiania-anapolis-trindade-senador-canedo-goias

Psicoterapia

Pensando no antigo dito de “quem está mal muda-se”, podemos dizer que a mudança é de facto imprescindível quando não nos sentimos bem na nossa forma actual. No entanto, todos nós sabemos que muitas vezes esta mudança não é fácil. Esta possibilidade de mudança está estritamente ligada à relação que estabelecemos com os outros, na medida em que, para qualquer pessoa é impossível não comunicar (mesmo o silêncio, a agressividade ou a tentativa de suicídio são formas de comunicação) e é essencial que as relações que estabelecemos sejam adequadas e satisfatórias para que a vida não perca o sentido, dando lugar ao vazio.

Esta necessidade básica e fundamental da espécie humana nem sempre se cumpre como seria esperado, com a satisfação e o agrado que as pessoas necessitam para se sentirem bem, provocando carências a todos os níveis das suas vidas.

Quando o sofrimento já se faz sentir, e os recursos para lidar com o mesmo escasseiam, surge a necessidade de encontrar alguém que, aceitando, ajude a compreender e acompanhe na mudança. Neste sentido, os especialistas da Clinica de Psicologia Rhema. proporcionam, em relação terapêutica, a busca de uma nova harmonia, a todos os que sentem necessidade de mudar algo neles próprios.

Psicoterapia

•Adolescentes
•Adultos
•Crianças

Contato: 62 – 3215-5020 ou 99614-4939 – Falar com Lilian Barbosa

e-mail: rhemalilian@hotmail.com

endereço comercial :

 

Rua 03 – Nº 800 – 8º andar –  SL 804  Setor Oeste, Ed Office Tower – Goiás – GO – GYN

Psicopedagogia em Goiânia e Gyn

62 – 3215-5020 – 99614-4939

 

 

Visite o site Oficial Clínica de Psicologia

 

HTTP://WWW.CLINICADEPSICOLOGIAGOIANIA.COM.BR/

 

toc-goiania-aparecida-de-goiania-anapolis-trindade-senador-canedo-goias

 

Sobre a psicopedagogia

1. O que é a psicopedagogia?

A Psicopedagogia estuda o processo de aprendizagem e suas dificuldades, tendo, portanto, um caráter preventivo e terapêutico. Preventivamente deve atuar não só no âmbito escolar, mas alcançar a família e a comunidade, esclarecendo sobre as diferentes etapas do desenvolvimento, para que possam compreender e entender suas características evitando assim cobranças de atitudes ou pensamentos que não são próprios da idade. Terapeuticamente a psicopedagogia deve identificar, analisar, planejar, intervir através das etapas de diagnóstico e tratamento.

2. Quem são os psicopedagogos?

São profissionais preparados para atender crianças ou adolescentes com problemas de aprendizagem, atuando na sua prevenção, diagnóstico e tratamento clínico ou institucional.

3. Onde atuam?

O psicopedagogo poderá atuar em escolas e empresas (psicopedagogia institucional), na clínica (psicopedagogia clínica).

4. Como se dá o trabalho na clínica?

O psicopedagogo, através do diagnóstico clínico, irá identificar as causas dos problemas de aprendizagem. Para isto, ele usará instrumentos tais como, provas operatórias (Piaget), provas projetivas (desenhos), EOCA, anamnese.
Na clínica, o psicopedagogo fará uma entrevista inicial com os pais ou responsáveis para conversar sobre horários, quantidades de sessões, honorários, a importância da freqüência e da presença e o que ocorrer, ou seja, fará o enquadramento. Neste momento não é recomendável falar sobre o histórico do sujeito, já que isto poderá contaminar o diagnóstico interferindo no olhar do psicopedagogo sobre o sujeito. O histórico do sujeito, desde seu nascimento, será relatado ao final das sessões numa entrevista chamada anamnese, com os pais ou responsáveis.

5. O diagnostico é composto de quantas sessões?

Entre 8 a 10 sessões, sendo duas sessões por semana, com duração de 50 minutos cada.

6. E depois do diagnóstico?

O diagnóstico poderá confirmar ou não as suspeitas do psicopedagogo. O profissional poderá identificar problemas de aprendizagem. Neste caso ele indicará um tratamento psicopedagógico, mas poderá também identificar outros problemas e aí ele poderá indicar um psicólogo, um fonoaudiólogo, um neurologista, ou outro profissional a depender do caso.

7. E o tratamento psicopedagógico?

O tratamento poderá ser feito com o próprio psicopedagogo que fez o diagnóstico, ou poderá ser feito com outro psicopedagogo.
Durante o tratamento são realizadas diversas atividades, com o objetivo de identificar a melhor forma de se aprender e o que poderá estar causando este bloqueio. Para isto, o psicopedagogo utilizará recursos como jogos, desenhos, brinquedos, brincadeiras, conto de histórias, computador e outras situações que forem oportunas. A criança, muitas vezes, não consegue falar sobre seus problemas e é através de desenhos, jogos, brinquedos que ela poderá revelar a causa de sua dificuldade. É através dos jogos que a criança adquire maturidade, aprende a ter limites, aprende a ganhar e perder, desenvolve o raciocínio, aprende a se concentrar, adquire maior atenção.
O psicopedagogo solicitará, algumas vezes, as tarefas escolares, observando cadernos, olhando a organização e os possíveis erros, ajudando-o a compreender estes erros.
Irá ajudar a criança ou adolescente, a encontrar a melhor forma de estudar para que ocorra a aprendizagem, organizando, assim, o seu modelo de aprendizagem.
O profissional poderá ir até a escola para conversar com o(a) professor(a), afinal é ela que tem um contato diário com o aluno e poderá dar muitas informações que possam ajudar no tratamento.
O psicopedagogo precisa estudar muito. E muitas vezes será necessário recorrer a outro profissional para conversar, trocar idéias, pedir opiniões, ou seja, fazer uma supervisão psicopedagógica.

8. Como se dá o trabalho na Instituição?

O psicopedagogo na instituição escolar poderá:

– ajudar os professores, auxiliando-os na melhor forma de elaborar um plano de aula para que os alunos possam entender melhor as aulas;
– ajudar na elaboração do projeto pedagógico;
– orientar os professores na melhor forma de ajudar, em sala de aula, aquele aluno com dificuldades de aprendizagem;
– realizar um diagnóstico institucional para averiguar possíveis problemas pedagógicos que possam estar prejudicando o processo ensino-aprendizagem;
– encaminhar o aluno para um profissional (psicopedagogo, psicólogo, fonoaudiólogo etc) a partir de avaliações psicopedagógicos;
– conversar com os pais para fornecer orientações;
– auxiliar a direção da escola para que os profissionais da instituição possam ter um bom relacionamento entre si;
– Conversar com a criança ou adolescente quando este precisar de orientação.

9. O que é fundamental na atuação psicopedagógica?

A escuta é fundamental para que se possa conhecer como e o que o sujeito aprende, e como diz Nádia Bossa, “perceber o interjogo entre o desejo de conhecer e o de ignorar”.
O psicopedagogo também deve estar preparado para lidar com possíveis reações frente a algumas tarefas, tais como: resistências, bloqueios, sentimentos, lapsos etc.
E não parar de buscar, de conhecer, de estudar, para compreender de forma mais completa estas crianças ou adolescentes já tão criticados por não corresponderem às expectativas dos pais e professores

Contato: 62 – 3215-5020 – 99614-4939 – Falar com Lilian Barbosa

e-mail: rhemalilian@hotmail.com

endereço comercial :

 

Rua 03 – Nº 800 – 8º andar –  SL 804  Setor Oeste, Ed Office Tower – Goiás – GO – GYN

Orientação vocacional em Goiânia

62 – 3215-5020 – 99614-4939

 

 

Visite o site Oficial Clínica de Psicologia

HTTP://WWW.CLINICADEPSICOLOGIAGOIANIA.COM.BR/

toc-goiania-aparecida-de-goiania-anapolis-trindade-senador-canedo-goias

 

 

Orientação Profissional O que é Orientação Profissional?
É uma forma de facilitar o momento da escolha, possibilitando a reflexão sobre si mesmo e a relação com o contexto no qual se está inserido, para assim poder estabelecer um projeto de vida.

O que se propõe a Orientação Profissional?

Discutir e delimitar os fatores determinantes na escolha profissional, a fornecer informações sobre o mundo de trabalho e seu mercado.

A quem se destina?

Aos alunos que estão concluindo ou concluíram o ensino médio e/ou a qualquer pessoas quedeseje entrar no âmbito do trabalho e necessita fazer uma escolha sobre a profissão e/ou a área de atuação.

Contato: 62 – 3215-5020 – 99614-4939 – Falar com Lilian Barbosa
e-mail: rhemalilian@hotmail.com

endereço comercial :

 

Rua 03 – Nº 800 – 8º andar –  SL 804  Setor Oeste, Ed Office Tower – Goiás – GO – GYN